Comunidades Açorianas

ComunidadesAcorianas.org
Língua:
Um Silo chamado Eduíno de Jesus
Línguas disponíveis:
Lélia Pereira da Silva Nunes
Saiba mais sobre o(a) autor(a) clicando aqui
Originalmente
escrito em:
Português
Outros dados:
Co-Autor(es):
Tipo:
Cientifico
Tema:
Língua e Literatura
Subtema:
Recensões
Referência geográfica do conteúdo:
Lisboa, Portugal
Referência Primeira Publicação:
Suplemento Atlântico de Artes e Letras–SAAL.In:Revista SABER.Ponta Delgada.set.2005.
Palavras-Chave:
poesia, antologia pessoal.sensibilidade,criatividade,talento
Resumo:

Recensão sobre a obra poética Os Silos do Silêncio que reúne as mais representativas poesias de Eduíno de Jesus, no período de 1948 a 2004.
Mais de trezentas páginas de uma vigorosa Antologia pessoal que reúne meio século da sua belíssima produção poética.
Na I Parte apresenta as três coletâneas poéticas: Caminho para o Desconhecido (1952), O Rei Lua (1955) e A Cidade Destruída durante o Eclipse (1957) e na II Parte Inéditos & Dispersos. Uma poesia que manteve longe dos olhos do público leitor desde o final dos anos cinqüenta por puro cuidado, esmero, extremo zelo, por não a considerar pronta, finalizada. Finalmente,abre as comportas de seu Silo e dá a conhecer seu precioso conteúdo.
Artigo em PDF Download Não está conseguindo visualizar o arquivo?
Use o link ao lado para baixar e instalar o Adobe Reader.
Acrobat
  Baixar o arquivo PDF (40.8 kb)
   
 
Clique ali para abrir ou fechar
a visualização do Artigo / Trabalho

Entre em contato com o autor

Indique para um amigo

Comunicar a Direcção do Portal um erro ou denunciar conteúdo impróprio

 

Governo Regional dos Açores